Que Dia é Hoje?

12/11/1748
Nasce Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, nasceu no distrito de Pombal, Minas Gerais, no ano de 1746. O apelido, um tanto pejorativo, vem de uma das suas atividades: dentista. Além disso, Tiradentes foi minerador, comerciante, militar e ativista político.

Antes do envolvimento no levante que ficou conhecido como Inconfidência Mineira, Tiradentes foi Comandante do destacamento dos Dragões na patrulha do "Caminho Novo", estrada que servia como rota de escoamento da produção mineradora da capitania mineira ao porto do Rio de Janeiro.

É neste momento que Tiradentes passa a criticar o domínio e a exploração de Portugal pois ficava claro o volume de riquezas retiradas da região enquanto o povo continuava na mesma situação miserável.

Em 1787, Tiradentes estava insatisfeito com a ausência de promoções e pediu licença da cavalaria. Após este período, morou cerca de um ano no Rio de Janeiro onde desenvolveu diversos projetos, entre eles a canalização dos rios Andaraí e Maracanã para melhoria no abastecimento d'água na cidade do Rio. Entretanto, as obras não foram autorizadas pela coroa portuguesa, o que só alimentou o desejo de liberdade para a colônia.

De volta a Minas Gerais, juntou-se a vários integrantes da aristocracia mineira, entre eles poetas e advogados. Nascia o movimento dos inconfidentes mineiros, cujo objetivo principal era conquistar a Independência do Brasil. Tiradentes, que era um excelente comunicador e orador, além de possuir boa capacidade de organização e liderança, herança dos tempos de militar, foi escolhido para liderar a Inconfidência Mineira. Em 1789, após ser delatado por Joaquim Silvério dos Reis, o movimento foi descoberto e interrompido pelas tropas oficiais.

Os inconfidentes foram julgados em 1792. Alguns filhos da aristocracia ganharam penas mais brandas como, por exemplo, o açoite em praça pública ou o degredo. Porém, Tiradentes, com poucas influências econômicas e políticas, foi condenado à forca e acabou executado em 21 de abril de 1792. Partes do seu corpo foram expostas em postes na estrada que ligava o Rio de Janeiro a Minas Gerais. Sua casa foi queimada e seus bens confiscados.

Tiradentes ficou esquecido após o episodio da Inconfidência Mineira e só foi elevado ao status de herói nacional pelos positivistas defensores da independência do Brasil, mais de um século após a sua morte. Joaquim José da Silva Xavier, considerado, pela coroa portuguesa, um inconfidente (traidor da confiança) é agora um símbolo nacional de luta pela independência. À sua imagem, foi agregada uma função de símbolo da identidade republicana brasileira. Para isso, a imagem do mártir foi alterada e até mesmo assemelhada à de Jesus Cristo, com barba e cabelos grandes.

Na ocasião era impossível que Tiradentes tivesse tais características já que estava preso e tinha os cabelos e barba aparados regularmente para evitar a infestação de piolhos.

Tiradentes é considerado Patrono Cívico do Brasil e herói nacional, tendo seu nome escrito no Livro de Aço do Panteão da Pátria e da Liberdade, localizado na Praça dos Três Poderes, em Brasília, onde são escritos os nomes de, por exemplo, Zumbi e Deodoro da Fonseca. A data da morte de Tiradentes, 21 de abril, é feriado nacional.

Conteúdos relacionados
» Tiradentes

EDUCA

O seu portal de ensino online.

CONTATO

4002-3131

regiões metropolitanas

08002830649

demais regiões