Você Sabia?

Veja respostas para curiosidades e situações do nosso
cotidiano que envolvem o conhecimento científico.

Por que o plástico demora a se decompor?

Uma séria ameaça ambiental

A  A  A     

Vários materiais por nós utilizados são produzidos com plástico: utensílios caseiros, brinquedos, isolantes elétricos, móveis, bolsas, materiais que revestem aparelhos elétricos, objetos decorativos, sapatos, roupas, janelas de aeronaves e as sacolas plásticas, tão úteis na vida cotidiana, mas que têm sido um dos maiores problemas ambientais. 
 
O plástico é um material natural ou sintético produzido a partir de resinas (polímeros) dos átomos de carbono. As principais fontes naturais do plástico são a celulose, extraída dos vegetais, o carbono e, sobretudo, o petróleo, o gás natural e seus derivados. Esses materiais são tratados mediante processos de craqueamento, ou ruptura química das cadeias moleculares de que são formados, na presença de catalisadores. Posteriormente, são submetidos à polimerização e outros processos de transformação.
 
As numerosas substâncias plásticas existentes, naturais ou artificiais, são classificadas em dois grandes grupos, chamados de termofixos e termoplásticos devido ao seu comportamento ante às variações de temperatura. Após moldados, os termofixos não podem mais sofrer novos ciclos de processamento, pois não fundem novamente. Os termoplásticos, mais utilizados, podem ser reprocessados várias vezes. Quando submetidos ao aquecimento, eles amolecem, fundem e podem ser novamente moldados.
 
As sacolas plásticas vêm sendo motivo de grande preocupação aos ambientalistas, pois alguns animais marinhos, como por exemplo, tartarugas confundem estes materiais com alimento e morrem por obstrução do aparelho digestório. Podem também entupir a passagem de bueiros e córregos, contribuindo para inundações e retenção de mais lixo.

O plástico é um material não-biodegradável, isto quer dizer que ele não sofre a ação de seres decompositores quando entram em contato com o ar, água ou solo. Se o plástico é jogado nos aterros sanitários, dificulta a compactação do lixo e prejudica a decomposição dos materiais biodegradáveis, pois forma camadas impermeáveis no solo impedindo as trocas de líquidos e gases gerados na biodegradação. Nos lixões, ao ocorrer a queima do lixo misturado com plástico há desprendimento de substâncias tóxicas poluindo o ar.


 
Por estes motivos, o incentivo à reciclagem de materiais plásticos, o cuidado na separação de materiais plásticos do lixo comum e a utilização de bolsas reutilizáveis no lugar de sacolas plásticas são necessários para evitar degradação de nosso ar, água e solo causado por este material. 
 
Materiais no site:

Estudo Interativo- Reciclagem 



compartilhe em: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google

EDUCA

O seu portal de ensino online.

CONTATO

4002-3131

regiões metropolitanas

08002830649

demais regiões