DISCIPLINAS

Nutrição

Dieta adequada ajuda nos estudos

A  A  A     

15 de outubro de 2014

Maribel Gonçalves de Melos

A alimentação adequada pode ser uma grande aliada e potencializar o rendimento nos estudos nos períodos de maior necessidade de concentração de atenção, de memória, de disposição física e de combate ao estresse. Por isso, se você anda na roda-viva do vestibular e de concursos públicos precisa avaliar se o que vem comendo conspira a favor ou contra seus interesses

Não basta comer certo apenas nos dias de prova, afinal você precisa se preparar para elas! Além disso, concursos e vestibulares exigem preparo físico e mental do candidato e isso não se conquista em poucas horas. Um bom desempenho intelectual depende de boa alimentação o ano todo para potencializar a capacidade de memorização, de atenção e de produzir energia para investir em estudo. Isso se obtém, incluindo no cardápio diário frutas, vegetais e óleos de boa qualidade.

Para que nossa mente funcione, o cérebro usa glicose. Os maiores fornecedores deste nutriente são os cereais e as frutas. As frutas fornecem um tipo de açúcar – frutose - que libera energia aos poucos, mantendo a energia do cérebro em níveis adequados. Quando se associa uma porção de cereais integrais às frutas, é melhor ainda, pois está se adicionando minerais e fibras! É o caso de granola, aveia, pão integral, quinua em flocos que pode ser adoçada ou não com mel, e acrescentada ou não de iogurte ou suco de frutas. Estas opções são ótimas, por exemplo, para enfrentar um dia de prova.

Outros alimentos recomendados para o cardápio dos candidatos são: nozes, aveia, arroz, trigo e centeio. Se você anda se queixando da memória, dê preferência à banana, uva, castanha do Pará que é rica em selênio (coma de 3 a 4 unidades ao dia), chá verde, semente de linhaça e peixes como salmão e sardinha, ricos em Omega 3.

Para aproveitar melhor seu dia, não coma em demasia no almoço. Prefira, ainda, nessa refeição as carnes magras e as comidas não gordurosas para não se sentir “pesado” e sonolento.

Outro equívoco comum é tentar conciliar horários, substituindo o almoço por uma refeição ligeira do tipo salgadinho com refrigerante, na lanchonete do cursinho. Ingerir alimentos gordurosos, como frituras (pastéis e batata frita), salgadinhos industrializados, biscoitos recheados e chocolates, produz o mesmo efeito de uma refeição pesada: deixam a digestão mais lenta e causam sonolência. Quem consegue estudar com sono?

Cuidados alimentares na véspera de provas

Evite consumir alimentos diferentes do habitual, para não correr o risco de intoxicação alimentar ou mal estar intestinal.

Evite alimentos pesados até 48 horas antes da prova, porque eles demoram a ser digeridos e assimilados pelo fígado e as toxinas precisam deste prazo para ser liberadas. Esse tipo de consumo aliado à tensão do vestibular pode resultar até numa enxaqueca. Portanto, deixe a feijoada, a batata-frita, o bife à milanesa, os molhos de quatro queijos e de carne e outros assemelhados para depois. Nada de bebida alcoólica também, pois o fígado sobrecarregado dificulta a liberação de energia para o cérebro.

Não faça prova de estômago vazio

Em dia de prova não se deve fazer lanches fora de casa para evitar riscos de ingerir alimento contaminado e se prejudicar depois de tanto esforço.

Mas, não vá em jejum para a prova pois sem glicose o cérebro vai precisar "economizar" energia, com isso suas funções vitais (batimento cardíaco, respiração, funcionamento muscular ) são mantidas, no entanto as intelectuais ficam prejudicadas. Uma fruta, um cereal (aveia, granola, pão integral) e uma proteína (leite, iogurte, ovo) fornecem energia para 4 horas de atividade cerebral.

Leve uma barra de cereais para consumir durante a prova, um suco de fruta de caixinha e, principalmente, uma garrafa de água de meio litro. 

Não se iluda com o chocolate. Ele repõe energia rapidamente, mas o organismo absorve da mesma forma, e ainda por cima tem a desvantagem de ser um alimento gorduroso. Prefira alimentos integrais.

OBS: Maribel Gonçalves de Melos é nutricionista em Porto Alegre/RS.



compartilhe em: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google

EDUCA

O seu portal de ensino online.

CONTATO

4002-3131

regiões metropolitanas

08002830649

demais regiões