DISCIPLINAS

Dia a Dia

Flow

Corpo e mente em harmonia

A  A  A     

22 de setembro de 2014

Na vida de qualquer ser humano, razão e emoção entram em conflito com frequência: pensamos, sentimos e agimos muitas vezes de maneira antagônica. Embora essas ambiguidades, quando analisadas, possam levar a reflexões e ao crescimento pessoal, elas também consomem energia e causam muito estresse. 
 
Em contrapartida existem momentos de estado de harmonia perfeito entre corpo e mente, que somente poucos seres humanos experimentam, segundo afirma  Mihaly Csikszentmihalyi, psicólogo, PhD e professor da Universidade de Chigago. 
 
Esse estado, que Mihaly chama de “flow”  é caracterizado por alta motivação, alta concentração, alta energia e alto desempenho, portanto considerado como experiência máxima ou experiência ótima. Para Mihaly  tais experiências são lembradas como “os momentos mais felizes da vida da pessoa, os momentos onde ela se sente no seu melhor”.

O estado flow é, por exemplo, vivenciado por atletas que participam de atividades arriscadas, que exigem muita concentração, como o surfista que domina uma onda gigante, ou o paraquedista que ousa um salto mortal, ou ainda o alpinista que escala com sucesso a montanha Annapurna no Nepal, cujo índice de morte chega a 40%. Com as emoções à flor da pele e reflexos bem apurados esses atletas passam pelo estresse sem serem dominados pelo medo, mas com uma performance extraordinária.


Estudos sugerem que em atividades de risco, que exijam alta performance, o organismo libera substâncias neuroquímicas que conduzem a um estado de plenitude, onde é possível agir com um desempenho ótimo: um sentimento de imersão seguido de êxtase. 
 
O que quer dizer flow

“Flow” vem do inglês e significa “fluir” e pode ser traduzido como “estado de fluxo”. Quando Csikszentmihalyi usou o termo “flow” na década de 70, referia-se não a atividades arriscadas, mas a atividades criativas como as dos artistas e cientistas. Ele usou como exemplo um trecho da entrevista de um compositor: “Minha mão parecia desprovida de comando, e eu não tinha nada a ver com o que estava acontecendo. Eu sento lá num estado de espanto e admiração. E a música apenas flui sozinha”.  
 
Em geral, o “estado de fluxo” (flow) é experimentado quando se está fazendo o que mais se gosta, seja na área artística, esportiva, científica, meditativa ou executiva. O importante é a motivação que mantém o foco, gera energia e uma concentração que afasta qualquer outro tipo de demanda que possa tirar a pessoa de seu alvo, pois  para alcançar esse estágio é necessário muito empenho e trabalho duro. 
 
Pesquisadores agora querem descobrir o funcionamento do flow para que o mesmo mecanismo  possa ser reproduzido em pessoas que tenham uma vida menos emocionante. Afinal, hormônios e neurotransmissores são responsáveis por muitas das nossas ações, emoções e reações...    E os riscos não precisam ser necessariamente físicos como os enfrentados pelo alpinista ou paraquedista. Cada um tem seus próprios riscos para enfrentar, que podem ganhar a dimensão de uma onda gigante, de acordo com seus medos....  Controlar tais emoções, muitas vezes paralisantes, sem comprometer a análise da situação, seria um grande ganho!
 

 



compartilhe em: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google

EDUCA

O seu portal de ensino online.

CONTATO

4002-3131

regiões metropolitanas

08002830649

demais regiões