Convivendo com a Diferença

Copa do Mundo

Competição ressalta diferenças culturais

A  A  A     

24 de junho de 2014

Fosse a Copa do Mundo um retrato fiel da humanidade que ocupa este sofrido planeta , teríamos um pouco de esperança para dias melhores. Durante um mês de competição, torcedores dos mais diferentes povos, etnias e culturas se reúnem em um festivo caldeirão cultural. Diferenças e atritos entre nações parecem sumir à medida que os jogos se sucedem e a alegria dos estádios contagia a todos.

Rivalidades históricas entre países e mesmo continentais ganham novas roupagens a cada torneio e reforçam a posição já consolidada dos maiores vencedores de Copa. Entretanto, algumas partidas carregadas de simbolismo acabam entrando para a história justamente pelos elementos que são trazidos de fora de campo.

Quem não se lembra do famoso jogo entre Estados Unidos e Irã na Copa do Mundo de 1998, realizada na França? Um clima tenso cercava a partida envolvendo os dois beligerantes países, mas a partir da entrada dos times em campo todas as apreensões foram dizimadas. Os jogadores entraram de mãos dadas e trocaram flores entre si, quebrando qualquer tipo de rivalidade que pudesse haver dentro do estádio.

Iranianos e americanos trocavam abraços nas arquibancadas e a partida seguiu sem deslealdade, com vitória do Irã por 2x1. Naquele instante, quando o que parecia impossível fora de campo acontecia dentro dele, seria possível acreditar em um mundo mais tranqüilo.

Desde então, outras guerras se sucederam e a violência cresceu em todo o mundo, mas a Copa do Mundo, assim como as Olimpíadas, continua a funcionar como um polo pacífico para a convivência entre as mais diferentes culturas.

Como imaginar, em outra ocasião, a saudável convivência de danças e gritos tipicamente africanos com a sisudez dos povos do leste europeu? Onde mais seria possível aglutinar rodas de samba brasileiras e alegres beberrões noruegueses? Só mesmo durante este festivo mês de muito futebol.

Que o clima no Brasil siga festivo, aconchegante, e que encerramento da Copa, no início de julho, sirva como ponto de partida para uma convivência mundial mais harmoniosa, respeitosa e pacífica!



compartilhe em: Twitter Facebook Windows Live del.icio.us Digg StumbleUpon Google
O seu portal de ensino online.
Assine agora!
4002-3131
regiões metropolitanas
0800 283 0649
demais regiões
Fale Conosco Fechar