DISCIPLINAS

Acontece

Últimos acontecimentos mundiais comentados e contextualizados, três vezes por semana no ar!

Hanseníase

Meta de erradicar a doença em 2015 não será atingida.

A  A  A     

27/01/2015 · 04:15

2015 mal começou e o governo brasileiro já sabe que não conseguirá cumprir um dos objetivos estabelecidos para este ano. Mais especificamente, o Ministério da Saúde infelizmente não alcançará a meta de erradicar a hanseníase.

De acordo com as informações, em 2013 foram registrados 51.900 casos da doença e ano passado apenas 24.612. Os dados recentes destacam que em 2014 o número de pessoas que se curaram da doença atingiu 84%, no entanto, mesmo com estas referências significativas não será possível eliminar a hanseníase do Brasil, por enquanto.

Histórico da doença

A hanseníase é uma das doenças mais antigas, havendo registros da sua existência na China antes de Cristo. Os pesquisadores afirmam que a lepra, doença citada na bíblia, era o nome que a enfermidade tinha nos primórdios. Oficialmente, recebeu o nome hanseníase no ano de 1976 quando o cientista Gerhard Henrick Armauer Hansen fez a primeira descrição do bacilo causador da doença, o Mycobacterium leprae.

Os dados recentes destacam que em 2014 o número de pessoas que se curaram da doença atingiu 84%.

Características

O Mycobacterium leprae é um parasita que ataca os nervos periféricos e a pele. Entretanto, os olhos, fígado e outros órgãos também podem ser infectados. Ela não é uma doença hereditária e seus sintomas se concentram na aparição de manchas amarronzadas, avermelhadas ou esbranquiçadas no corpo.  

A transmissão acontece por meio das secreções, por gotículas de saliva e pelo ar que saem das vias aéreas superiores, ou seja, nariz, fossas nasais, seios perinasais, boca, faringe e laringe. Vale ressaltar que a hanseníase é uma doença de baixo teor de contágio, uma vez que o seu desenvolvimento depende da resposta do organismo infectado pelo bacilo.

O diagnóstico da hanseníase é bastante simples. São feitos testes de sensibilidade e os olhos, braços e pernas são apalpados e, em alguns casos, a biopsia é necessária. O tratamento é realizado nos serviços de saúde, não há custos e não é necessário o isolamento do paciente.

Varíola e poliomielite

O Brasil já conseguiu extinguir outras doenças. Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), varíola e poliomielite, popularmente conhecida como paralisia infantil, estão nesta lista. A varíola foi a primeira doença infecciosa extinta, em 1980, por meio da vacinação preventiva e a pólio foi erradicada no início dos anos 90. Infelizmente, na África a doença continua fazendo vítimas.

Mesmo com o não alcance da meta o governo brasileiro não desistiu do projeto. O ministro da saúde, Arthur Chioro, declarou que a proposta de erradicação da hanseníase será mantida, mas sem prazo. Sendo assim, fique atento! Caso identifiquei os sintomas da doença procure logo os médicos especialistas.



EDUCA

O seu portal de ensino online.

CONTATO

4002-3131

regiões metropolitanas

08002830649

demais regiões