Acontece

Últimos acontecimentos mundiais comentados e contextualizados. 2 vezes por semana no ar!

Água

Um direito ou privilégio?

A  A  A     

17/03/2014 04:39 atualizado em 18/03/2014 04:06

Nesta semana em que celebraremos o Dia Mundial da Água – 22 de março – é de extrema relevância pensarmos um pouco sobre este tema vinculando-o a outros assuntos que perpassam por essa discussão, entre eles, sustentabilidade, o consumo consciente e a qualidade de vida.

O Dia Mundial da Água foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1992, com objetivo de fomentar debates e promover ações efetivas sobre a relação do homem com este indispensável recurso natural.

Planeta Azul

No primeiro momento, é interessante relembrarmos que a água, aquela que sai das torneiras e alivia nossa sede no intenso calor, é um composto químico que reúne dois átomos de hidrogênio (H) e um de oxigênio (O), originando a fórmula facilmente reconhecida como H2O.

Essencial para a sobrevivência dos homens, dos animais e das plantas, a água está presente em 71% da superfície da Terra, o que fez com que o nosso planeta ganhasse o apelido de Planeta Azul.

O Brasil concentra cerca de 12% de toda água doce do planeta.



Segundo Marco Antônio Ferreira Gomes, pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, “quase 97% da água que cobre a superfície da Terra é salgada. Dos 3% restantes, a maioria está em estado sólido – nas geleiras e calotas polares -, de difícil aproveitamento. E, para piorar, grande parte da água doce em estado líquido encontra-se na camada subterrânea.”

A Importância Histórica da Água

A importância histórica da água é indiscutível. Diferentes povos da antiguidade ergueram suas comunidades às margens de rios. Os povos da mesopotâmia, entre eles, os assírios e os babilônicos, por exemplo, fundaram suas cidades entre os rios Tigre e Eufrates, no Oriente Médio.

Essa localização privilegiada foi o que garantiu o desenvolvimento dessas populações que utilizaram as águas dos rios na pesca, no transporte, para a irrigação das plantações e para o consumo. Assim como os mesopotâmios, os índios que habitavam o Brasil, no período do descobrimento, também fizeram da água dos rios um pilar para a sobrevivência.

A Água Nossa de Cada Dia


O Brasil concentra cerca de 12% de toda água doce do planeta então, por que ter acesso à água potável aqui é quase que um privilégio?

A falta de chuva em algumas regiões do país, a ausência de políticas públicas para a distribuição regular e o uso inadequado do consumidor final são alguns dos motivos que transformaram a água em um “prêmio”.

O Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) do Ministério das Cidades apurou, em 2013, que 38,8% da água tratada no Brasil é desperdiçada, antes mesmo de chegar aos consumidores. Os vazamentos nas tubulações e a falta de manutenção nas redes causam a perda de aproximadamente 3,6 bilhões de litros por ano. 

A cultura do desperdício de água, infelizmente, é muito comum entre os brasileiros e isso torna a sua democratização cada vez mais difícil. Ao adotar comportamentos de consumo consciente a população verá os resultados refletidos na conta de água e, simultaneamente, ajudarão o planeta. Por isso:

– Quando ensaboar a louça, escovar os dentes, adote o hábito de fechar a torneira;
– Na hora do banho, passe sabão com o chuveiro desligado;
– Regule a válvula do vaso sanitário;
– Aposente as mangueiras na hora de regar as plantas. Utilize os regadores.
– Use vassoura para varrer o chão e não a água da mangueira;

Estas dicas são simples, entretanto, muito difíceis de serem colocadas em prática por grande parte da população.

A necessidade de preservação da água deve misturar-se a outros conceitos essenciais para a nossa qualidade de vida. E dentro deste contexto, ter acesso à água não deve ser considerado um privilégio e sim, um direito para todos os brasileiros.

 



O seu portal de ensino online.
Assine agora!
4002-3131
regiões metropolitanas
0800 283 0649
demais regiões
Fale Conosco Fechar